Sorriso gengival

A maioria das pessoas querem ter dentes alinhados, brilhantes e proporcionais. Porém um fator marcante no sorriso é a quantidade de gengiva aparente. Quando aparece muita gengiva é denominado sorriso gengival

Causas

As principais causas do sorriso gengival são genéticas, podem estar relacionados a fatores musculares, fatores esqueléticos e gengivais.

Causa muscular

Quando a causa é muscular esta relacionado como a hiperatividade do músculo levantador do lábio superior e depressor do lábio inferior. A amplitude e exposição da gengiva no sorriso gengival alto depende da atividade muscular dos músculos labiais. Os músculos responsáveis pelo levantamento e fechamento dos lábios possuem movimentos mais amplos que o normal. E o resultado é a maior exposição das gengivas ao falar e sorrir, típicos do paciente com sorriso gengival ou sorriso alto.

O lábio superior curto e fino, ou retraído, é a segunda causa mais comum para o sorriso gengival alto. Nesses indivíduos, o selamento dos lábios superior e inferior, quando em repouso, não é eficiente – em outras palavras, os lábios fecham na posição de repouso e relaxamento. Esta é a situação mais desafiadora no tratamento do problema.

Causa esquelética

Quando relacionada a fatores esqueléticos é o crescimento desproporcional dos ossos maxilares. A altura do osso maxilar é maior comparada a indivíduos normais. É uma situação complicada porque a correção cirúrgica precisa de exames precisos, como a tomográfia, para análises da quantidade de osso sob gengivas.

Para muitos desses indivíduos pode ser necessária a gengivectomia – remoção de osso e gengiva para o desenho correto dos zênites gengivais. Já para os casos mais simples a cirurgia gengival de remodelamento da gengiva sem envolvimento ósseo (gengivoplastia) é suficiente para equilibrar e harmonizar o sorriso

Causa gengival

E, quando relacionado a fatores gengivais é o crescimento exagerado das gengivas sobre os dentes (falso sorriso gengival). Medicações, hábito de respirar pela boca, inflamações gengivais, higiene oral deficiente em pacientes com aparelho ortodôntico ou a genética são os principais responsáveis pelo crescimento exagerado das gengivas (hiperplasia gengival) sobre os dentes.

O sorriso gengival é mais frequente em mulheres, e pode prevalecer em até 10% dos indivíduos na faixa dos 20 aos 30 anos.

Com o tempo esse desconforto estético pode diminuir devido a contínua perda do tônus dos músculos labiais e o aumento progressivo da flacidez dos tecidos da face. Fazendo com que os lábios “desçam” e escondam parte da gengiva exposta em excesso.

Tratamentos

Cirurgia da gengiva

Tem como objetivo aumentar o comprimento dos dentes através da cirurgia plástica periodontal nos dentes anteriores superiores, localizando a gengiva superiormente. A posição é determinada para que fiquem próximos ou abaixo dos lábios durante o sorriso.

Cirurgia de reposicionamento labial

A cirurgia reposiciona a parte interna dos lábios superiores mais próximas (inferior) aos dentes. Isso permite um travamento dos músculos e lábios durante o sorriso, evitando que os lábios subam exageradamente. O pós-operatório requer 5 dias de repouso ao paciente.

Toxina botulínica para correção do sorriso gengival.

A toxina botulínica está indicada nos casos aonde a hiperatividade muscular dos lábios é a causa do sorriso gengival. É uma alternativa para a cirurgia de reposicionamento labial porque age na mesma causa do sorriso gengival, embora os resultados sejam diferentes.

O Botox impede o musculo de contrair-se e esse bloqueio é temporário e dura entre 3 a 6 meses.

Aplicação de Toxina Botulínica para sorriso gengival

O sorriso gengival te incomoda?  Agende sua consulta conosco, tire suas dúvidas e iremos juntos propor o melhor tratamento para a sua necessidade.

O nosso cartão de visita é o seu sorriso!
“Brilhe como um diamante”
Drª. Isabel F. Barbosa